Estudos em andamento

Pesquisadora: Camile Moraes Mascarenhas e Michelle Nunes

Pesquisa: Inquérito online para caracterização do cuidado farmacêutico em unidades de terapia intensiva a nível nacional.

Público alvo: Médico

                 A versão preliminar do questionário foi elaborada pelos dois pesquisadores principais da pesquisa, com base na expertise dos mesmos, por meio da adaptação de referências provenientes de revisão da literatura e de legislações específicas para farmácia clínica.

O questionário foi validado por quatro membros da equipe de pesquisa, especialistas na área de farmácia clínica com experiência em terapia intensiva, representantes das regiões nordeste, centro-oeste, sudeste e sul do país, por meio de adaptação da técnica Delphi em duas rodadas de análise individual para obtenção de consenso. Foi realizado estudo piloto, com 10 farmacêuticos não contemplados no critério de inclusão do estudo recrutados pela equipe de pesquisa, para verificação do tempo de preenchimento do questionário e avaliação da plataforma eletrônica escolhida, o cognitoforms.

O questionário será divulgado por meio de link em mídias sociais (whatsapp, facebook e instagram, etc), sites oficiais e por e-mail.


Pesquisador: Leandro Taniguchi

Pesquisa: Questionário sobre as práticas relacionadas a intubação orotraqueal em adultos por médicos intensivistas no Brasil

Público alvo : Médico

           A Intubação orotraqueal (IOT) em unidade de terapia intensiva é um procedimento associado a um alto grau de dificuldade e a uma alta taxa de complicações. Em média, aproximadamente 10% destes procedimentos apresentam algum critério de dificuldade para o operador e em cerca de 40% dos procedimentos existe a ocorrência de algum evento grave ou potencialmente grave.

As práticas são variadas, e no nosso meio brasileiro pouco estudadas. Dado esta lacuna existente na literatura quanto ao uso de drogas para intubação e outras práticas no nosso meio, torna-se interessante conhecer o que é realizado pelos médicos intensivistas durante a realização da IOT. Assim, o presente estudo tem por objetivos entender a prática dos médicos intensivistas com relação ao uso de bloqueadores neuromusculares, sedativos, bem como outros dispositivos usados para aquisição da via aérea em UTI.


55 11 5089-2642
Rua Arminda, 93, sétimo andar – Vila Olímpia São Paulo, SP CEP: 04545-100