Publicado em 21/09/20 às 12h51

A AMIB – Associação de Medicina Intensiva Brasileira – celebra os 30 anos da criação do SUS

O sistema público de saúde comemorou seus 30 anos de existência no último sábado, dia 19 de setembro, e demonstra grande importância para a saúde pública brasileira durante a pandemia causada pelo Coronavírus.

A lei que regulamenta o SUS foi sancionada em 19 de setembro de 1990 e hoje o SUS está posicionado como um dos maiores sistemas de saúde pública no mundo. Acessível de maneira integral e completamente livre de custos, os SUS atende todos os tipos de pacientes: desde o atendimento para avaliação de pressão arterial, até o tratamento de pacientes graves em Unidade de Terapia Intensiva.

De acordo com o Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello: “Não existe outra saída para o nosso país com relação a saúde, que não seja o Sistema Único de Saúde forte e eficiente”.

Sobre o SUS

Apesar de completar 30 anos em 19 de setembro, o sistema público de saúde foi garantido pela Constituição Federal, dois anos antes, em 1988. Antes disso, somente a população que contribuía para a Previdência Social tinha acesso ao sistema público de saúde. Os demais brasileiros que não contribuíam para a Previdência Social dependiam de caridade e entidades filantrópicas.

Desde a criação até os tempos atuais, o sistema evoluiu o suficiente não apenas para assistência médico-hospitalar, o SUS também desenvolve outras ações importantes em cidades afastadas, interior, portos, aeroportos e fronteiras. De maneira contínua, realiza vigilância sanitária no saneamento, segurança do trabalho, higiene dos estabelecimentos e serviços, além de regular o registro de medicamentos, insumos e equipamentos.

Pandemia

O crescimento da demanda é constante, ainda mais durante a Pandemia causada pelo Coronavírus, que impactou fortemente o sistema público de saúde. E isso constatou a força e importância da união e gestão de três entes: Governo Federal, os Estados e os Município que tem garantido atendimento a mais de 70% da população diagnosticada com COVID-19.

“O SUS se mostrou fundamental para a saúde pública, principalmente durante a Pandemia. Sem o atendimento público disponível, o cenário atual seria ainda mais preocupante” – afirma Dra. Suzana Lobo, Diretora Presidente da AMIB – Associação de Medicina Intensiva Brasileira.

“E é por conta da existência do SUS que milhares de brasileiros diagnosticados com COVID-19 estão tendo suas vidas salvas. É fundamental que todos nós lutemos em defesa do SUS e seu financiamento público para a melhoria contínua “– finaliza a Dra. Suzana.


Fonte: www.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/47491-brasil-comemora-a-lei-dos-30-anos-da-criacao-do-sus

  • Associados: (11) 96663-9614
  • Cursos: (11) 99168-4391
55 11 5089-2642
Rua Arminda, 93, sétimo andar – Vila Olímpia São Paulo, SP CEP: 04545-100