Publicado em 27/08/20 às 13h21

Dia do Psicólogo, o profissional que humaniza a terapia intensiva

A AMIB celebra o Dia do Psicólogo, 27 de agosto

A atuação do psicólogo nas Unidades de Terapia Intensiva é essencial, não só para o paciente, mas também para os familiares e demais profissionais da equipe intensivista. Estão todos envolvidos em um único propósito: salvar a vida do paciente.

Ainda que seja humanizado, o ambiente da UTI pode causar estresse pela internação. A soma do impacto emocional das condições de saúde, o afastamento do cotidiano e as mudanças na rotina, pede um facilitador do fluxo das emoções. É aí que entra o trabalho importantíssimo do Psicólogo Intensivista.

Enquanto os médicos auscultam o compasso cardíaco, ao psicólogo intensivista cabe a escuta da singularidade de cada sujeito e de sua respectiva família. É a partir daí que se abre a possibilidade de intervenções psicossociais que visam a segurança clínica e psíquica do paciente e de seus familiares”, declara Fernanda Saboya Rodrigues Almendra, presidente do Departamento de Psicologia da AMIB e autora do livro “Psicologia em Unidade de Terapia Intensiva” da Editora Atheneu.

Para o psicólogo, escolher a carreira intensivista é optar por dedicar-se aos desafios das emoções à flor da pele. “Com alguma frequência nos perguntam por que escolhemos trabalhar em uma unidade de terapia intensiva. Geralmente o questionamento está enraizado na associação que alguns fazem entre o ambiente de terapia intensiva e a morte ou o desespero. Não, nossa escolha nada tem a ver com uma inclinação sádica”, revela Fernanda.

A carreira, no entanto, é uma celebração da vida, como a presidente do Departamento de Psicologia explica. “A UTI é o coração de um hospital, é aonde pulsa a vida. O reconhecimento de que esse pulsar tem ritmos distintos é indispensável. Acelerado ou lento, forte ou tímido. Podemos aí localizar uma das especificidades do trabalho do psicólogo intensivista”.

Em tempos de pandemia, o trabalho do psicólogo intensivista se mostra ainda mais importante e desafiador. “A psicologia vem protagonizando mudanças. Apostamos no fato de que distância física não significa distância emocional. Utilizando a tecnologia ou criando novos dispositivos de acolhimento, insistimos incansavelmente na importância e força revigorante das relações humanas. Seguimos assim com o compromisso técnico e ético de promoção de saúde e qualidade de vida de cada sujeito assumido em nosso juramento profissional”, declara Fernanda.

A AMIB parabeniza todos os profissionais e estudantes no Dia do Psicólogo!

  • Associados: (11) 96663-9614
  • Cursos: (11) 99168-4391
55 11 5089-2642
Rua Arminda, 93, sétimo andar – Vila Olímpia São Paulo, SP CEP: 04545-100